01/11/2021 às 20h56min - Atualizada em 01/11/2021 às 20h56min

BIOGRAFIA DO MONSENHOR BENÍCIO DANTAS

Por Redação - Ernande Bezerra de Moura



Monsenhor Benício Dantas Melo, nascido na cidade de Maceió, estado de Alagoas, no dia 01 de novembro de 1924, filho de José Dantas de Melo e de dona Laudicéia Dantas de Barros Melo. Grande intelectual, culto e de boa formação, professor de latím e de francês, era formado pela Pontifícia Universidade de Gregoriana, de Roma e pela Faculdade de Filosofia de Alagoas. 

Ensinou por muito tempo no Ginásio São Miguel. Seguindo a ordem cronológica, encerrou este capítulo com muita honra o preclaro.

Pároco de São Miguel dos Campos, era um sacerdote muito atuante, que gostava do que fazia, tinha vezes que amanhecia dentro da Matriz, percorrendo cantos e recantos, trabalhando pesado afã de levar à todos as emanações da religião cristã, com muita fé e estusiasmo.

Pregador exuberante, jornalista fecundo, homem de cultura, utilizava a palavra e a pena com mestria a serviço da igreja e dos problemas que afetavam a paróquia.

Relevantes foram os trabalhos de aprimoramento na sua gestão, com realizações de grande monta como os acabamentos das abras, do altar-mor de mármore, da moderna mesa da comunhão, da pintura da igreja, das instalação elétricas, do piso, da restauração de prata e de ouro do sacrário, das baquetas e de uma infinidade de coisas condizentes com regras da liturgia e a beleza do culto transformou-se num dos mais belo do estado.

Construiu a Igreja de São Benedito, fundou a Escola Paroquial São José, foi diretor do Jornal Folha Miquelense, diretor da Coordenadoria Regional de Educação e redator do Jornal Católico o Semeador, de Maceió.

A sua dinâmica atividade alcançou os setores culturais caritativos, sociais, educacionais e assistências, conservando-o, sobtudo, fiéis aos comprimissos assumidos parente o altar.

Consultor do povo miguelense, Benício Dantas amava São Miguel dos Campos de coração como se ele fosse a sua própria terra natal. 

Em  homenagem a este homem tão devoto a Deus e pelos muitos beneficios prestados a comunidade, foi construída uma escola estadual na capital e uma praça na cidade de São Miguel dos Campos, ambas emprestam o seu nome.

O mesmo faleceu no dia 04 de novembro de 1974, na cidade de Maceió.


( Texto Escrito Por Ernande Bezerra de Moura )


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »