24/12/2021 às 20h08min - Atualizada em 24/12/2021 às 20h08min

Defensor pede bloqueio de contas do Estado para garantir exames de menina de 10 anos: "Quem sofre é a população"

Eduardo Antônio informou à Gazetaweb que a Justiça não consegue intimar o Estado, porque não há plantonistas ma secretaria; nas redes sociais, há imagens que mostram confraternizações e festas

GazetaWeb
Mãe da menina contou que não tem condições de arcar com o exames da menina

O defensor público Eduardo Antônio Lopes pediu bloqueio das contas da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) para garantir três exames de uma menina de 10 anos, que tem problemas cardíacos. Sem respostas sobre a realização do procedimento, na quinta-feira (23), ele ajuizou ação e teve a liminar deferida.


De acordo com o defensor público, após tentativas, não houve sucesso na intimação do Estado e da Sesau, porque não há plantonistas designados pela pasta para receber esse tipo de demanda.

 Ninguém consegue intimar o Estado, porque a secretaria (de Saúde) está fechada e não tem ninguém de plantão. O que deixa a gente revoltado é não ter ninguém para resolver o problema, por isso pedi o bloqueio de cerca de R$ 47 mil das contas do Estado. Esse é o valor dos exames da menina Ana Clara. Quem sofre é a população com uma situação dessa", declara Eduardo Antônio.


Por outro lado, enquanto a família aguarda o exame, o pessoal da Sesau marca presença em confraternizações e publicam trechos das festas em redes sociais.

Daniele Maria dos Santos é a mãe da Maria Clara. Ela contou que a filha tem arritmia cardíaca e há suspeitas que tenha uma síndrome, daí a necessidade de fazer os exames cardiológicos.

"Não tenho condições de pagar exames tão caros. Tenho mais dois filhos, sou dona de casa. Milha filha toma três tipos de medicamentos e precisa desses exames para descobrir o que ela realmente tem", declarou Daniele Maria.







Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »