10/04/2022 às 09h05min - Atualizada em 10/04/2022 às 09h05min

ALAGOAS É O PRIMEIRO ESTADO DO PAÍS A CRIAR COMITÊ GESTOR DE BUSCA POR PESSOAS DESAPARECIDAS

Posse dos membros do comitê aconteceu nesta sexta-feira (8), na sede da SSP

Por Redação - Vanessa Siqueira
Membros do comitê gestor de busca por pessoas desaparecidas foram empossados nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira (8), Alagoas deu um importante passo ao ser o primeiro estado do país a nomear um Comitê Gestor Estadual de Política Nacional de Busca por Pessoas Desaparecidas. A posse dos integrantes aconteceu na sede da Secretaria da Segurança Pública (SSP), no Centro de Maceió.

O Comitê Gestor é a primeira ação realizada após a assinatura do Termo de Cooperação Técnica, firmado no dia 1º entre a SSP e o Ministério Público Estadual (MPE), para implantação do Sistema Nacional de Localização e Identificação de Desaparecidos (Sinalid) e a execução do Programa de Identificação e Localização de Desaparecidos (PLID) em Alagoas.

Segundo Diogo Nilo, chefe do Instituto Médico Legal de Maceió (IML) e que será a autoridade central estadual do Comitê, o grupo será composto por representantes das Polícias Civil e Militar, do Corpo de Bombeiros, da Polícia Científica, Assistência Social e membros da sociedade civil e terá como objetivo propor melhorias nas políticas públicas que visam buscar pessoas desaparecidas em Alagoas.

“Não havia uma estruturação do Estado para a busca por desaparecidos e, agora, com a nomeação do Comitê Gestor, poderemos fazer essa estruturação para conseguir enxergar o objeto de trabalho e propor melhorias para que familiares tenham esse aporte do estado nesta busca por um ente desaparecido”, afirmou.

O secretário da Segurança Pública Elias Oliveira parabenizou pela iniciativa e destacou a importância do trabalho que será realizado para fortalecer as políticas de segurança pública na busca por pessoas desaparecidas.

“Fico muito feliz com a posse do Comitê, pois irá somar esforços à Segurança Pública para minorar o sofrimento de famílias alagoanas que buscam por um ente desaparecido. Iremos desempenhar também algumas ações internas e realizar campanhas de conscientização e divulgação, o que será muito importante nessa luta”, disse.

Estiveram presentes o gestor do Comitê Diogo Nilo, a perita criminal Rosana Coutinho, os papiloscopistas Marcelo Casado e Luciane Lima, o delegado Ronilson Medeiros, a major Aline, do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas, as representantes da assistência social Aline Rosa e Marluce Pereira, a conselheira tutelar Vera Leite Costa de Nazaré, a coordenadora geral do Fórum Estadual de Combate ao Trabalho Infantil (Fetipat) Nelma Nunes e a representante da sociedade civil Arísia Barros.

Também estiveram presentes à reunião a assessora parlamentar Djane Olegário e o perito geral da Polícia Científica Manoel Melo. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »