13/04/2022 às 10h37min - Atualizada em 13/04/2022 às 10h37min

OAB vai fiscalizar suspeita de fraudes com dinheiro público na eleição da OCB

Entre estes usos estaria o pagamento a empresas privadas para a abertura de cooperativas, registradas após o prazo

Por Redação - Por Blog de Edivaldo Junior
Sede da OAB/AL - Foto: Reprodução

As denúncias do suposto uso de recursos públicos federais do Sescoop com o objetivo de fraudar a eleição da nova diretoria, a OCB/AL (Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de Alagoas) foram entregues nesta terça-feira (12/04) ao presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Alagoas, Vagner Paes.

A eleição, que será realizada em Assembleia Geral Ordinária, para o próximo dia 20 de abril, está sob suspeita de manipulação, em função de várias irregularidades, incluindo a criação de cooperativas “fakes”, além da concessão de benefícios financeiros para outras cooperativas que participarão da eleição.

De acordo com representantes do Movimento Muda OCB/AL, a atual diretoria da entidade age supostamente para manipular o resultado de eleição.

Após reunião com representantes do Movimento Muda OCB/AL o presidente da OAB/AL adiantou que a Ordem irá fiscalizar o processo através de comissão de fiscalização, com o objetivo de evitar fraudes ou irregularidades na eleição.

De acordo com Vagner, a Ordem tem uma comissão de combate a corrupção eleitoral que atuará para garantir a lisura do pleito na OCB/AL.

Novas denúncias


Integrantes do Movimento Muda OCB/AL devem apresentar novas denúncias, inclusive apontando para a alteração fraudulenta de estatutos da entidade com objetivo de eleger a sua atual diretoria. Existem também graves suspeitas do uso irregular de recursos transferidos pelo Ministério da Economia para o Sescoop. Entre estes usos estaria o pagamento a empresas privadas para a abertura de cooperativas, registradas após o prazo, para participar da eleição.

Versão oficial


Veja texto da assessoria do Movimento Muda OCB/AL

Movimento denuncia Organização das Cooperativas e pede que OAB/AL fiscalize as eleições da entidade

Representantes do Movimento Muda OCB/AL entregaram na manhã desta terça-feira,12, um documento ao presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Alagoas (OAB/AL), Vagner Paes, pedindo que a Instituição acompanhe e fiscalize o resultado das Eleições na Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) Alagoas. O pleito está previsto para acontecer na próxima quarta-feira, 20,em Maceió.

Ao presidente da OAB/AL, os membros do Movimento apontaram uma série de denúncias envolvendo suspeitas de manipulação de dados e fraude por parte da gestão atual, aparentemente com o objetivo de interferir no resultado da Assembleia Geral Ordinária da entidade. Vagner Paes recebeu as denúncias das cooperativas e garantiu que a OAB/AL irá acompanhar o processo afim de evitar irregularidades e ilegalidades na eleição.

O Presidente da Cooperativa Pindorama, Klécio Santo, foi um dos participantes do Movimento Muda OCB presente na reunião. Segundo ele, o Movimento continuará em busca de transparência no processo de eleitoral da Organização das Cooperativas.“Solicitação a atuação da Comissão de Direito Eleitoral para acompanhar a eleição com objetivo de garantir a isenção do processo para que ocorra de maneira justa e sem interferência”, disse Klécio Santos.

O processo eleitoral na OCB/AL vem acumulando polêmicas e suspeita de manipulação em benefício da gestão atual comandada pela presidente Márcia Túlia. Os indícios passam pela manipulação de dados, criação de cooperativas ‘fakes’ e exclusão de cooperativas de oposição.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »