01/05/2022 às 20h38min - Atualizada em 01/05/2022 às 20h38min

Colorir é Legal: torre do relógio no Mercado do Artesanato recebe nova pintura

Artista maceioense está imprimindo sua arte no monumento histórico da capital

Por Redação - Tatiane Gomes/Ascom Semtabes
Monumento histórico de Maceió está sendo requalificado no projeto Colorir é Legal (Foto: Itawi Albuquerque/Secom Maceió)

Nesta semana, a torre do relógio no Mercado Público do Artesanato, localizado no bairro Levada, começou a receber nova pintura na ação do projeto 'Colorir é Legal', realizado pela Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC). A intervenção urbana requalifica o monumento histórico da capital alagoana, transformando o equipamento público em arte urbana.

De longe é possível ver, aos poucos, as cores que o artista plástico e arquiteto alagoano, Rafael Santos, está imprimindo no espaço. Responsável por dar uma nova cor e vida à torre do Mercado do Artesanato, Rafael está concentrado e chega no local às 7h30 e só sai depois das 17h. Ele conta que o planejamento para a participação do projeto está sendo realizado há quatro meses.

Projeto de requalificação contempla fachada do mercado, torre do relógio e fachada da administração (Foto: Itawi Albuquerque/Secom Maceió)

Projeto de requalificação contempla fachada do mercado, torre do relógio e fachada da administração (Foto: Itawi Albuquerque/Secom Maceió)

Projeto de requalificação contempla fachada do mercado, torre do relógio e fachada da administração (Foto: Itawi Albuquerque/Secom Maceió)

“Eu fico feliz de estar fazendo essa intervenção. Tinham anos que a torre não era pintada e poder, além de estar fazendo a arte, fazer o restauro dela. Estamos colocando cor, deixando ela mais bonita. Estamos começando agora a abrir o desenho na torre para iniciar a pintura e aplicar cores diferentes nela. “Vai ter um trabalho legal e harmonioso, transmitindo positividade para as pessoas”, conta o artista.

Lá de cima ele prepara a base da torre para receber o desenho final, que terá composições geométricas. A tarefa é árdua, exige muita preparação e uma equipe de apoio completa para auxiliar na pintura e também na logística, já que o artista precisa chegar à altura da estrutura.

“A gente está começando a ver uma arte urbana mais forte na cidade com o projeto. Isso é muito bonito porque cada vez mais a cidade vai ficando mais bonita, com mais cores. Estamos levando arte para as ruas, para as escolas e ser uma referência para os jovens”, acredita Rafael.

Artista visual, Rafael Santos, realiza a pintura da torre do relógio do Mercado do Artesanato (Foto: Tatiane Gomes/Ascom Semtabes)

Artista visual, Rafael Santos, realiza a pintura da torre do relógio do Mercado do Artesanato (Foto: Tatiane Gomes/Ascom Semtabes)

Artista visual, Rafael Santos, realiza a pintura da torre do relógio do Mercado do Artesanato (Foto: Tatiane Gomes/Ascom Semtabes)

A iniciativa da FMAC conta com a parceria da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Territorial (Sedet), que faz a indicação dos locais que recebem as intervenções artísticas urbanas. O secretário adjunto de Planejamento Urbano de Maceió, Tácio Rodrigues, explica que o projeto é uma ação integrada, com apoio entre as secretarias e órgãos municipais.

“O projeto requalifica os espaços públicos inserindo os artistas locais. Já tínhamos escolhido a fachada do Mercado do Artesanato, da ala administrativa e a torre do relógio que tem um verdadeiro significado para a cidade”, afirma Tácio.

Artistas Rafael Soares (dir.) e Rafa Inxame (esq.) trabalham juntos na montagem da pintura da base na torre (Foto: Tatiane Gomes/Ascom Semtabes)

Artistas Rafael Soares (dir.) e Rafa Inxame (esq.) trabalham juntos na montagem da pintura da base na torre (Foto: Tatiane Gomes/Ascom Semtabes)

Artistas Rafael Soares (dir.) e Rafa Inxame (esq.) trabalham juntos na montagem da pintura da base na torre (Foto: Tatiane Gomes/Ascom Semtabes)

Projeto de revitalização

Responsável pela administração dos mercados públicos de Maceió, o titular da Secretaria Municipal do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes), Carlos Ronalsa, pontua que as intervenções artísticas também fazem parte do pacote de reformas que o equipamento público está recebendo.

“O Mercado do Artesanato está criando outra cara. Em todo canto, em todo espaço do mercado estamos fazendo reformas, para trazer o cliente de volta. As obras já estão 60% concluídas. Estamos trabalhando para poder entregar o mercado da melhor forma para todos os maceioenses”, ressalta o secretário.

O projeto de revitalização do equipamento público, que foi construído em 1939, está sendo realizado pela equipe de manutenção da Semtabes e com recursos próprios. O objetivo é transformar o Mercado do Artesanato em um ponto turístico, atraindo o público para dentro do maior centro de artesanato de Alagoas. Entre as obras de reformas que estão sendo realizadas estão a instalação de uma gruta, com cascatas e espelho d’água na área central. A cascata terá revestimento de cascas de maçunim e uma piscina com peixes ornamentais. O piso de todo o mercado também será requalificado e rampas de acesso já foram instaladas. 

Obras de revitalização do Mercado do Artesanato estão 60% concluídas (Foto: Itawi Albuquerque/Secom Maceió)

Obras de revitalização do Mercado do Artesanato estão 60% concluídas (Foto: Itawi Albuquerque/Secom Maceió)

Obras de revitalização do Mercado do Artesanato estão 60% concluídas (Foto: Itawi Albuquerque/Secom Maceió)

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »