30/05/2022 às 08h34min - Atualizada em 30/05/2022 às 08h34min

Paulo Dantas destaca o protagonismo feminino na abertura da Copa Rainha Marta

Governador reforçou o apoio do Estado na promoção do futebol feminino

Por Redação - Rafael Maynart / Agência Alagoas
Em sua 7ª edição, Copa Rainha Marta reúne 30 equipes, incluindo um time de mulheres indígenas

O protagonismo feminino ganha força em Alagoas, terra onde grandes mulheres se destacam cada vez mais. O governador Paulo Dantas, ao lado da primeira-dama Marina Dantas, citou a jogadora alagoana Marta como exemplo de inspiração para as centenas de atletas, durante a cerimônia de abertura da Copa Rainha Marta de futebol feminno, na tarde deste domingo (29), no Estádio Rei Pelé, em Maceió. A competição é promovida pela Secretaria de Estado do Esporte, Lazer e Juventude (Selaj), conta com 30 equipes e se consolida no cenário nordestino.



Paulo Dantas afirmou que Marta é um exemplo e inspiração de protagonismo feminino no mundo, onde muitas garotas e mulheres decidiram praticar o esporte buscando um dia ser eleita a melhor do mundo.

 

“Tenho muitas mulheres que me inspiram: minha mãe, minha esposa Marina, que atualmente é prefeita de Batalha e, também, a Marta. Uma guerreira do esporte, que abriu caminho para ela e para tantas outras que seguiram o seu exemplo. Marta sabe muito bem a importância de a mulher ter espaço e valorização. Por exemplos como o dela, decidi no meu primeiro dia de mandato que teria um secretariado majoritariamente feminino Montei um time com 12 secretárias; têm 11 na linha, uma é a técnica e eu sou o gestor do clube. As mulheres devem estar na política, estar nas secretarias, estar em um centro cirúrgico, jogando bola, ou em qualquer lugar. Lugar de mulher é onde ela quiser”, disse o governador.



 

Paulo Dantas destacou a importância da realização da sétima edição da Copa Rainha Marta, que já entrou no calendário oficial de competições da Federação Alagoana de Futebol (FAF) e ressaltou que o esporte é uma das prioridades de sua gestão.

 

“Estamos muito felizes em estar aqui no nosso estádio iniciando a sétima edição da Copa Rainha Marta, que deixa essas meninas mais próximas umas das outras e fazendo o bem, que é o nosso desejo. O esporte em nossa gestão é prioridade pois é vida, lazer e as distancia das coisas ruins. E é isso que iremos promover através da Selaj”, comentou.

 

A primeira edição da Copa Rainha Marta foi realizada em 2015, com apenas oito equipes. Este ano já é considerada a maior destes sete anos, reunindo 30 equipes de todas as regiões do Estado, incluindo um time de futebol formado por mulheres indígenas, proporcionando esporte e oportunidades para 600 atletas.



 

O secretário de Esporte, Lazer e Juventude, Charles Herbert, relembrou a primeira edição da competição e falou sobre o lado social que o esporte proporciona na vida das atletas. “Começamos lá atrás, onde a competição acontecia em apenas um fim de semana com seis equipes, e hoje conseguimos ter trinta equipes vindas de todo o interior do Estado durando mais de 2 meses. É muito bonito e eu fico até emocionado pois a cada ano existe um crescimento e as meninas vão ganhando seu espaço. Tira as meninas da ociosidade e faz com que elas enxerguem o esporte como ferramenta de inclusão social. São 18 equipes do interior do Estado que começam a se mobilizar com treinamentos, toda a preparação, bem antes, e assim as deixam focadas”, disse Hebert.

 

Pontapé e homenagem

 

A primeira-dama Marina Dantas e a garota Débora, uma das atletas bolsistas do programa Na Base do Esporte, deram o pontapé inicial na Copa Rainha Marta. Débora é moradora da Grota da Freira, no bairro do Jacintinho, e tem o sonho de ser jogadora de futebol.



 

A jornalista Charlene Araújo foi homenageada pelo Governo de Alagoas sendo eleita madrinha da Copa Rainha Marta, por todo sua contribuição para o futebol, em especial ao futebol feminino.

 

“Para mim é uma honra receber essa homenagem. Sou filha do Castanha, que por muitos anos foi massagista do CSA e do CRB, conhecido da torcida azulina. Amo futebol, mas não me tornei jogadora. Me tornei jornalista e passei a acompanhar os clubes e me envolver com esse mundo que amo. Agradeço por essa homenagem e espero que dessa competição saiam muitas e muitas Martas”, disse emocionada.



 

O evento foi prestigiado por todas as secretárias de Estado, Luiza Barreiros, do Gabinete Civil; Roseane Santos, da Educação; Renata dos Santos, do Planejamento, Gestão e Patrimônio; Maria Silva, da Mulher e Direitos Humanos; Caroline Balbino, do Turismo e Desenvolvimento Econômico; Maria Tenório, da Infraestrutura; Adriana Andrade Araújo, controladora-geral do Estado; além da secretária executiva de Gestão Interna, Morgana Tavares; do secretário executivo do Esporte, Lazer e Juventude, Ênio Oliveira Junior, o Eninho; da vereadora Teca Nelma; do vereador Eduardo Canuto; do vice-prefeito de Batalha, Wagney Dantas; e do presidente da Federação Alagoana de Futebol, Felipe Feijó.

Editorias

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »