02/08/2022 às 12h40min - Atualizada em 02/08/2022 às 12h40min

Após ser ameaçado, presidente do CSA diz: ''Não são torcedores, são marginais''

Omar Coêlho teve os muros de sua casa pichados com palavras ofensivas e ameaça de morte

Por Redação
“ Nós estamos melhorando o clube, melhorando o que já encontramos'', disse Omar durante entrevista - Foto: Reprodução/Redes sociais

Após confusão causada pelo protesto de torcedores do CSA, e posteriormente terem pichado com ameaças de morte a casa do presidente do time, Omar Coêlho, em uma entrevista para a Rádio Pajuçara FM, comentou sobre o o ocorrido. Ele disse que lamenta o acontecimento e enfatizou que os autores das ameaças são 'marginais e não torcedores'.

"Eu lamento apenas o fato desses vândalos dizerem que são torcedores, porque eu não acredito que eles sejam torcedores do CSA, eles são marginais. Eles se escondem nas torcidas organizadas, e isso é lamentável! Mas se eles pensam que isso me intimida, isso não me intimida de forma alguma, pelo contrário, nos motiva a continuar trabalhando, porque sabemos o que estamos fazendo pelo CSA. Nós estamos melhorando o clube, melhorando o que já encontramos, e esses resultados adversos já aconteceram no passado e vão acontecer no futuro. Agora, cabe a nós apenas corrigir o rumo do time e vencer as partidas", disse o presidente do CSA.



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »