18/05/2021 às 13h22min - Atualizada em 18/05/2021 às 13h22min

Política da Petrobras eleva preço do combustível em Alagoas

Base de cálculo tributária no Estado não foi alterada nos últimos cinco anos

Por Redação - Tatyane Barbosa
Frentista em posto de combustível Petrobras / Fonte: Reprodução – Google
A Petrobras retomou o aumento do preço de combustível automotivo comercializado no Brasil. A companhia elevou o preço do litro do diesel nas refinarias em 3,75%, na média e a gasolina sofreu um reajuste de 2% nesta semana. Até março, o combustível subiu 50% nas distribuidoras do país, segundo a Folha de São Paulo. O acréscimo desencadeou a alta no preço médio ponderado a consumidor final (PMPF), o que atinge todos os estados, inclusive Alagoas.

O PMPF é apurado com base nas informações da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e) emitida por todos os postos de combustíveis no Estado, numa metodologia pública e transparente, refletindo o preço praticado nas bombas de combustíveis.

O secretário de Estado da Fazenda de Alagoas, George Santoro, esclarece que a Petrobras flutua com o preço nas distribuidoras conforme o preço varia no mercado internacional e do valor do câmbio. O estado de Alagoas não mudou a base de cálculo do ICMS sobre combustível que deve ser feita por lei. Nenhuma lei foi promulgada nesse sentido. O preço da gasolina subiu esse ano por um único motivo: política de preços adotada pela Petrobras.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »