08/08/2021 às 12h51min - Atualizada em 08/08/2021 às 12h51min

O censurado das rodas de samba!

Por Redação - Rafael Peretta

Em 10 de agosto de 1942, nascia no Centro  cidade do Rio de Janeiro, o cantor e compositor  Antônio Gílson Porfírio, mais conhecido pelo nome artístico de Agepê. Considerado um dos maiores nomes da música brasileira, o cantor carioca surgido no cenário musical, no início dos anos de 1970, ficou  marcado  pela sensualidade na voz e pelo romantismo erótico nos versos em que cantava. Dentre seus principais sucessos, estão: “Moro Onde Não Mora Ninguém”, “Sete Domingos”, “Moça Criança”, “Corpo e Alma”, e “Deixa Eu Te Amar” — sendo essa última, carro chefe do álbum ‘Mistura Brasileira’, em que resultou na venda de um milhão e meio de cópias de disco. Agepê embora  fosse contemporâneo de bambas como  João Nogueira (1941/2000), Martinho da Vila (1938) e Roberto Ribeiro (1940/1996), têm seu trabalho pouco (ou nada) divulgado nas rodas de samba do país, sendo muitas das vezes desdenhado e tachado de brega, por parte dos sambistas xiitas. Boa parte de sua obra, encontra-se disponível no canal de vídeo YouTube, podendo ser curtido/compartilhado por todos (as), sem a menor moderação... bora, conferir?!


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »